Fósforos vítreos dopados com érbio e európio para aplicação em LEDs brancos

Fósforos vítreos dopados com érbio e európio para aplicação em LEDs brancos

Discente: 
Wellington dos Santos Souza
Orientador: 
Artur da Silva Gouveia Neto
Ernande Barbosa da Costa

LEDs brancos são considerados atualmente a quarta geração em tecnologia de
iluminação. A técnica que vem sendo bastante utilizada na geração de luz branca por
LEDs, é baseada na combinação da luz proveniente de um LED azul com um fósforo
dopado com o íon Ce3+, que, quando excitado, emite luz na região do amarelo. No
entanto, a luz branca obtida apresenta um baixo índice de reprodução de cor e alta
temperatura de cor, o que impossibilita o uso desses LEDs como fontes de iluminação
em ambientes. Neste trabalho, estudamos as propriedades ópticas e espectroscópicas
de novos fósforos vítreos dopados com Eu/Er, com o objetivo de incluir componentes
espectrais que não são contemplados com os fósforos existentes até então, proporcionando
um índice de reprodução de cor melhor e uma luz branca com temperatura de
cor baixa. Os fósforos a base de PbGeO3/PbF2/CdF2 exibem quatro bandas bem definidas
na região do visível, quando excitados por uma fonte de Laser/LED operando
na região do utravioleta (385 nm) e/ou azul (405-460 nm). A fluorescência desses
materiais vítreos abrange uma vasta região no espaço de cor, passando pelas regiões
vermelho, laranja, amarelo e verde. Em nossos estudos observamos que a combinação
da luz emitida por um LED azul (405-460 nm) com a fluorescência dos fósforos codopados
com Eu/Er, produz uma luz branca com temperatura de cor correlacionada
(CCT) relativamente baixa, quando comparada a temperatura de cor dos LEDs brancos
comercializados. As temperaturas de cor das amostras analisadas abrangem um
intervalo entre 2000 a 4000 K. Os resultados experimentais obtidos, indicam que materiais
vítreos co-dopados com os íons Eu3+ e Er3+, são candidatos promissores para
aplicações em tecnologia de iluminação baseada em fontes de luz no estado sólido.